quarta-feira, 1 de outubro de 2008

O dia em que EU parti dessa pra MELHOR...

Ela me MATOU!!!
..
Em seus SONHOS, é verdade!
.
Mas o fato é que Dona LU Gonçalvez me viu mortinho da Silva...
..
E foi no PALCO, em meio a uma celebração teatral, que repousava esse meu CORPO cavernoso, sem vida, sob o jugo avernal de Perséfone.
...

"Though my dreams

It's never quiet as it seems

Cause you're a dream to me."

.

Meio-dia no relógio do meu micro-ondas (siiim, segundo as novas regras da ortografia, esta palavra agora se escreve com hífen), a hora perfeita pra se acordar.
.
Meu telefone toca!
.
Do outro lado da linha, Dona LU se mostra ofegante, começa a me perguntar se tá tudo bem comigo, como tem oscilado a minha pressão arterial ultimamente, os meus batimentos cardíacos...

Quase uma sabatina, um "De FRENTE com GABI" via Embratel...

Meu Zeus - penso eu - aonde Dona LU quer chegar com tanta indagação num horário tão inoportuno???

Ela me responde no ATO de um ato falho:

"Eu quero chegar ao FIM, meu querido Zen... Ao teu FIM... Eu vi o teu FIM com esses meus olhos que serão cremados em Istambul.

.

"Drains and spills

Soaks the pages

Fills their sponges...

Its my BLOOD!". .

.

Versão de Luciana Gonçalves sobre o meu falecimento ocorrido em seu PESADELO na noite do dia 30/09/08:

Entrada do Teatro Oficina, uma fila quilométrica aguarda com desmedida ansiedade a estréia da peça "Prometeu ACORRENTADO".

E sabe quem protagoniza a tal tragédia grega?

Ele mesmo: ZeN SaLLes (tb conhecido como EZENIEL nas beiradas do rio Pindaré).

Não mais que de repente, todo mundo começa a entrar no Oficina e ocupa as arquibancadas desconfortáveis deste apetitoso templo dionisíaco.

.

"Deus descuidoso do rancor dos outros deuses, quiseste TRANSGREDIR um direito sagrado dando aos mortais as prerrogativas divinas"

..

Burburinho, aplausos, luzes...

A peça começa...

Dona LU procura pelo tal Prometeu ZeN e não consegue visualizá-lo em meio a tantos corpos desnudados, se chupando, se entregando aos prazeres da CARNE.

Bem lá no fundo ouve-se um GRITO, Dona LU reconhece aquele agudo e a tal voz é do ZeN.

Ele está rolando pelo chão de todo o Teatro Oficina, quase um surto de epilepsia, parece possuído por alguma entidade pré-colombiana...
.
"Terás tempo bastante aqui para externar teus GEMIDOS sem fim"
.a.
Mas Dona LU não se assusta com aquela cena descompensada do tal ZeN e, imediatamente, raciocina: estamos em pleno Teatro Oficina, aqui tudo é possível, até mesmo uma POSSESSÃO ZeNoção.

Depois do surto epiléptico, alguns atores nus (o Mariano, o Félix, o Fransérgio, todos eles eXcitadíssimos, óbVio) começam a atiçar o FOGO do tal Prometeu ZeN...

Mas o tal Prometeu ZeN não reage, não faz nada, completamente desfalecido em meio àquele bacanal cênico e viril...
..
Dona LU logo conclui: ele só pode estar morto, o ZeN se foi, bateu suas ricas BOTINHAS de GATO.
.
"Enterrem o ZeN dentro da BUCETA de PANDORA!!!"
..
Mulheres choram, homens se autoflagelam, o céu fica absolutamente opaco.

Alguém grita: "ressuscitem o ZeN... Senão o mundo se perderará numa atmosfera lúgubre, soturna, FRÍGIDA"

O corpo do ZeN é levado diretamente pra Av. Paulista, chegam pessoas de todos os lados, todos os credos, todas as facções, os caras-pintada, o PETA, a Yakuza, o Sendero LUMINOSO...

Enfim, uma verdadeira PARADA da diversidade ZeN.

Até o MOBY se faz presente nessa manifestação fúnebre.

Mas, no melhor da balada, quando o Moby finalmente começa a causar nas carrapetas, Dona LU acha de ACORDAR.

.

"Oh, we could of made the angels sing

Now I can do anything." .

.

UFA! Ainda bem que Dona Luciana Gonçalvez não foi contemplada com o DOM da PREMONIÇÃO, nem tem a menor vocação pra CASSANDRA (ela é a própira encarnação da CLITEMNESTRA Fashion WeeK depois de sua visceral atuação no pocket espetáculo "Mulheres Trágicas", dirigido pela mestra Tereza Menezes, lembram???).
.
E, para os que acreditam nessas patacoadas de interpretação de SONHOS, dizem por aí que, quando vc sonha com a MORTE ou com alguém morrendo, é porque alguma grande MUDANÇA já está se operando na VIDA desta pessoa.
.
UUUÊÊÊBAAAA, me GUSTA mucho de MUDANÇAS radicais!!!

Mas EU ainda QUERO viver muuuito que é pra CAUSAR horrores.

Portanto, Dona LU, pára de querer me ver no SARCÓFAGO, mulé de Zeus (hoje, ela me mata de vez, HAHAHA)!
..

Backstage ZeN???

P.S: .

Um comentário:

deva_neios disse...

Muito bom este texto Zen, ri horrores relembrando algumas coisas (Oficina, Tereza, Lu...). E por falar em Oficina, precisamos marcar de assistir ao novo espetáculo! Beijocas gato!